Nutrição na prevenção e no tratamento oncológico

Home / Nutrição na prevenção e no tratamento oncológico

Artigos e Publicações

Nutrição na prevenção e tratamento oncológico

 

Diversos estudos demonstram a relação entre o aumento do risco de câncer com a obesidade e maus hábitos alimentares, como consumo exagerado de carnes vermelhas, gorduras, alimentos industrializados (processados) e álcool.

 

Já o consumo de frutas, legumes e verduras vêm como principal destaque quando o assunto é prevenção ao câncer. Estes alimentos também melhoram os efeitos colaterais causados pelo tratamento oncológico, interferindo positivamente em sua resposta e auxiliando no fortalecimento da imunidade do paciente, fator primordial considerando o cenário atual de pandemia por COVID-19 em que estamos vivendo.

 

A relação entre nutrição e imunidade está na ingestão adequada de nutrientes específicos, como vitaminas e minerais, sendo estes:

 

    • Ferro

Principais fontes: ovos, feijão, brócolis, acelga, espinafre, carnes – principalmente as vermelhas e vísceras -, dentre outros;

 

    • Zinco

Principais fontes: castanhas, carnes, laticínios, frutos do mar, cereais, dentre outros;

 

    • Vitamina A

Principais fontes: cenoura, beterraba, batata doce, abacate, fígado, peixe, leite e derivados, dentre outros;

 

    • Vitamina D:

Principais fontes: gema de ovo, atum, salmão, exposição solar de acordo com as recomendações, dentre outros;

 

    • Vitamina E

Principais fontes: castanhas, nozes, amêndoas, germe de trigo, milho, soja, dentre outros;

 

    • Vitamina C

Principais fontes: Laranja, limão, abacaxi, goiaba, mamão, morango, kiwi, acerola, dentre outros;

 

Se na prevenção contra o câncer a alimentação tem valor preventivo, quando já se tem um diagnóstico de câncer a dieta continua desempenhando um papel fundamental, pois a doença também provoca uma série de alterações nutricionais significativas, como a desnutrição, presente em 30 a 50% dos pacientes. A nutrição tem um papel importante, podendo reduzir os efeitos adversos e promover melhora do estado de saúde do paciente.

 

Quanto ao ganho de peso, sobrepeso e obesidade, também é preciso atenção. A manutenção de peso saudável ao longo da vida pode ser uma das formas mais importantes de se proteger contra o câncer associado a uma atividade física regular.

 

Raira Leite Garcia – Nutricionista do Serviço de Oncologia do Hospital Regional do Vale do Paraíba.

 

(12) 3634-2000

Hospital Regional do Vale do Paraíba - ©2020 - Todos os Direitos Reservados