Alerta para o Câncer de Próstata

Home / Alerta para o Câncer de Próstata

Artigos e Publicações

Alerta para o Câncer de Próstata

 

No dia 17 de novembro comemora-se o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata. A data deu origem à Campanha Novembro Azul, movimento que visa alertar sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

 

A próstata é uma glândula presente somente nos homens, o que explica a incidência da doença apenas na população masculina. Esta glândula fica localizada na parte baixa do abdômen, logo abaixo da bexiga e à frente do reto.

 

Este é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens no Brasil, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA). Estima-se que em 2019, 68 mil novos casos sejam diagnosticados.

 

No Hospital Regional do Vale do Paraíba, em Taubaté/SP, 2.205 atendimentos ligados ao câncer de próstata foram realizados entre janeiro e setembro de 2018. Já em 2019, o registro foi de 2.524 atendimentos no mesmo período, resultando em um aumento de 14,46% dos casos.

 

Sintomas

Em fase inicial, o câncer de próstata geralmente não apresenta sintomas.

Em fases mais avançadas, são sintomas acusados pelas metástases, como: dor óssea, problemas urinários e fraturas patológicas.

 

O Diagnóstico

Alterações na próstata podem ser verificadas por meio de exames que englobam o toque retal e exame de sangue para avaliação do PSA (Antígeno Prostático Específico).

Apesar de fundamental, o PSA é pouco específico, desta forma, é indispensável a realização do toque retal para suspeita do diagnóstico. Além destes, o Urologista também pode solicitar uma biópsia quando houver alterações em um dos exames.

 

Grupo de Risco

Os exames de rastreamento devem ser realizados em homens a partir dos 50 anos e que não apresentam fatores de risco para o câncer de próstata.

Na presença de algum fator de risco, os exames devem ser realizados a partir dos 45 anos.

 

Fatores de Risco

– Obesidade: homens obesos têm 2x mais chances de adquirir a doença;

– Histórico familiar de câncer de próstata: casos como estes aumentam de 2 à 6x as chances de adquirir a doença;

– Pele negra: homens negros têm 3x mais chances de adquirir o câncer de próstata.

 

Tratamento

A detecção precoce do câncer de próstata é uma estratégia que possibilita melhor chance de tratamento e cura.

Os procedimentos dependem do tipo e do estágio e agressividade da doença, podendo envolver cirurgia, radioterapia, tratamento hormonal ou, em casos selecionados, a vigilância ativa, que é o acompanhamento da progressão da doença.

A qualquer suspeita da doença é fundamental procurar assistência médica especializada. 

 

Drª Frederico Vilela de Oliveira – Chefe do Serviço de Urologia do Hospital Regional do Vale do Paraíba.

(12) 3634-2000

Hospital Regional do Vale do Paraíba - ©2019 - Todos os Direitos Reservados