A importancia do Sono para a Sáude

Alimentação nas diferentes fases da vida

Tempo seco e as Doenças de Inverno.
Doença Renal Crônica: problema de saúde pública
Ultrasson Intra-coronária





 

A IMPORTÂNCIA DO SONO PARA A SAÚDE

            O Dia Mundial do Sono, comemorado em 14 de março, é muito abordado pela mídia nacional em geral e comemorado globalmente com ações de conscientização sobre distúrbios como ronco, apneia e insônia.  A má qualidade do sono pode causar muitos problemas como indisposição, fadiga crônica, sonolência excessiva, riscos de problemas cardiorrespiratórios entre outros sintomas que prejudicam o cotidiano das pessoas em sociedade.


            A iniciativa é promovida, a nível global, pela World Association of Sleep Medicine e teve como lema deste ano “Sono Restaurador, Boa Respiração, Corpo Saudável”. Além de contribuir para a redução de problemas decorrentes da falta de descanso, a ação tem como principal objetivo destacar a importância do sono para uma vida saudável.


            Por se tratar de um assunto que abrange a rotina de todos os indivíduos, o Dia Mundial do Sono é uma importante data a ser difundida anualmente pelo mundo, de modo a conscientizar as pessoas do quanto a falta de tempo para um descanso tranquilo pode ser grave e levar a doenças ainda mais sérias. Para propor soluções que melhorem a qualidade de vida do indivíduo e investigar esses distúrbios é realizado um exame de polissonografia, onde é possível avaliar o padrão de vigília e sono por meio de sensores posicionados pela superfície do corpo.


            Entre os problemas mais sérios causados pela má qualidade do sono está a apneia obstrutiva, que atinge mais de 30% da população e impede a respiração durante o descanso podendo levar a graves consequências como problemas circulatórios, obesidade, diabetes tipo 2 e até acidente vascular cerebral. Outro distúrbio comum é o ronco, que atrapalha a qualidade de sono e atinge de 20% a 60% da população.


            A importância da data também é lembrada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, que divulgou números alarmantes relacionando os distúrbios do sono com os acidentes de trânsito. De acordo com o Observatório, a maioria dos acidentes noturnos envolve um só veículo, o que leva a concluir que a falta de atenção, fadiga e sonolência podem ser prováveis causas de acidentes nas estradas.


            O Instituto do Sono destaca a importância de se adquirir alguns hábitos que melhorem a qualidade do sono sem necessariamente aumentar a quantidade de horas de descanso. Essas mudanças podem evitar que a falta de descanso prejudique sua rotina diária. Confira:

 

  • Ter horários regulares para dormir e despertar;
  • Ir para a cama somente na hora dormir;
  • Ter um ambiente de dormir adequado: limpo, escuro, sem ruídos e confortável;
  • Não fazer uso de álcool ou café, determinados chás e refrigerantes próximo ao horário de dormir;
  • Não fazer uso de medicamentos para dormir sem orientação médica;
  • Se tiver dormido pouco nas noites anteriores, evite dormir de dia;
  • Jantar moderadamente em horário regular e adequado;
  • Não levar problemas para a cama;
  • Realizar atividades repousantes e relaxantes preparatórias para o sono;
  • Ser ativo física e mentalmente.

 

Dr. Luciano Vilela – Médico coordenador do Serviço de Otorrinolaringologia do Hospital Regional do Vale do Paraíba.
* Formação pela Universidade de Taubaté (UNITAU) e Especialização no Instituto Felippu de Otorrinolaringologia em S
ão Paulo. Fellow no Massachusetts Eye and Ear Infirmary - Harvard Medical School e Mestre em Ciências pela UNIFESP.


 

 
Hospital Regional do Vale do Paraíba - Todos os Direitos Reservados - Resolução 1024x768
 
Avenida Tiradentes, 280 - Jardim das Nações, Taubaté /SP - CEP: 12030-180 - Taubaté/SP - Telefone: (12) 3634-2000