Captações de Órgãos aumentam no HR

Para marcar 11 anos de HR, São Camilo reúne espiritualidade às celebrações.

Primeiro Socorros é o tema do Saúde na Comunidade.

Especialistas do HR discutem hipertensão e infarto.

Centro Estadual de Doenças Renais realiza estudo sobre perfil e evolução da doença na região.

HR e HU recebem a tradicional Feira de Natal 2014

Ver todas

Especialistas do HR discutem hipertensão e infarto

      

Nutricionista e cardiologista do HR deram dicas para evitar e controlar a hipertensão
        
O Hospital Regional do Vale do Paraíba realizou o primeiro Saúde na Comunidade de 2015, que abordou o tema “Infarto agudo do miocárdio e Hipertensão”. O evento, que atraiu mais de 50 pessoas, foi realizado no dia 30 de março e contou com a participação da nutricionista Bruna Bogdanov e do cardiologista, Dr. Renato Santos Ferreira Leite, ambos profissionais do HR.


         A edição foi dividida em duas partes, iniciando-se com a Nutricionista. “Um em cada três adultos têm hipertensão, e muitos não sabem da doença ou não a tratam corretamente”. Bruna também alertou para o excesso de sal, que é o principal fator de risco da doença, e hereditariedade, obesidade, estresse e alimentação não saudável. “É essencial que as pessoas pensem de forma saudável, alimentando-se de forma equilibrada, evitando as chamadas dietas milagrosas”, completou.


Para a nutricionista, a refeição deve ser um momento de prazer, e não de culpa. “A mudança de hábito alimentar deve acontecer a cada dia, não de repente. A dica é, sempre que possível, utilizar temperos naturais nas refeições, pois fazem bem à saúde e intensificam o sabor do alimento. É importante também não comer duas porções de carboidrato na mesma refeição. Por exemplo, se for comer arroz, evite a massa”, explicou.


Na ocasião também foi preparado o sal de ervas, que é uma opção para substituir o sal comum nos alimentos. Já na segunda parte, o cardiologista iniciou sua palestra explicando que a hipertensão é um dos principais fatores de risco cardiovascular. “A hipertensão é um dos fatores que podem ser tratados, evitando assim o infarto ou outra doença cardiovascular”, comentou. É considerada hipertensão, quando a pressão arterial está acima de 14 por 9.


Além do uso de medicamentos, há outras formas de se controlar a doença, como o controle do peso, diminuição de ingestão de álcool e prática de exercícios. “A meta é ter um IMC menor que 25 e a circunferencial abdominal menor que 102 cm, no caso dos homens, e 88 cm no caso das mulheres”, explicou o cardiologista. Medir o IMC (índice de massa corpórea) é simples, basta dividir seu peso por duas vezes a sua altura. Já a atividade física deve ser realizada por, no mínimo, 30 minutos ao dia. “A atividade física deve ser leve. Ao fim do exercício, a pessoa deve estar discretamente ofegante, podendo falar frases completas sem interrupções”, completou Dr. Rodrigo Leite.

 

Confira a receita do Sal de ervas

Ingredientes:
- 1 xícara de chá de sal refinado;
- 1 xícara de chá de orégano desidratado;
- 1 xícara de chá de manjericão desidratado;
- 1 xícara de chá de alecrim desidratado;
- 1 xícara de chá de louro desidratado.

 

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador e guarde em um recipiente fechado.

 

 

Fonte: Assessoria de Imprensa – Junho/2015

 
 

A nutricionista Bruna Bogdanov falou sobre alimentação saudável

 
     
 

O cardiologista do HR, Dr. Renato Leite explicou como evitar a hipertensão

 
     
   
  Mais de 50 pessoas acompanharam o evento  

 



 
Hospital Regional do Vale do Paraíba - Todos os Direitos Reservados - Resolução 1024x768
 
Avenida Tiradentes, 280 - Jardim das Nações, Taubaté /SP - CEP: 12030-180 - Taubaté/SP - Telefone: (12) 3634-2000