Fevereiro Laranja marca combate à Leucemia

Home / Fevereiro Laranja marca combate à Leucemia



Referência no tratamento, Hospital Regional do Vale do Paraíba, em Taubaté,faz alerta sobre a doação de sangue e de medula óssea.

 

A Campanha Fevereiro Laranja tem como objetivo alertar à população sobre a Leucemia e a Doação de Medula Óssea, além da importância da realização de seguimento médico para o diagnóstico precoce.

 

leucemia é uma doença que se inicia na medula óssea, local onde o sangue é produzido. A doença ainda tem origem desconhecida e não possui fatores de prevenção direta, podendo apresentar-se nas formas aguda ou crônica, sendo a primeira considerada uma emergência médica e a segunda, menos agressiva, demonstra maior demora no surgimento dos sintomas.

 

Apesar da diferença, a Médica Hematologista do Hospital Regional do Vale do Paraíba, Dra. Lívia Reis de Miranda, alerta sobre a importância de se estar sempre atento aos sintomas clínicos e iniciais da doença. “Qualquer alteração hematológica encontrada em exame clínico ou laboratorial deve ser investigada, especialmente no hemograma, exame simples realizado de forma rotineira nas diversas unidades de saúde. Nem toda anemia é leucemia, mas não existe anemia que seja normal, sempre há uma causa a ser investigada, a leucemia é uma delas, rara, mas muito grave e não pode deixar de ser diagnosticada”.

 

Atualmente, cerca de 200 pacientes da região estão em tratamento ou acompanhamento por leucemia no Serviço de Oncologia do HR. O combate à doença é feito por tratamento com medicação quimioterápica, mas o transplante de medula óssea também pode ser indicado em casos de alto risco, como também em outras doenças que afetam o sangue.

 

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil registrou 10 mil novos casos da doença em 2019 e estima que, para cada ano do triênio 2020/2022, sejam diagnosticados no país 5.920 casos novos de leucemia em homens e 4.890 em mulheres.

 

DOAÇÃO DE SANGUE

 

Para o tratamento de suporte das leucemias, especialmente as agudas, é muito importante a transfusão de sangue, atualmente em falta em grande parte do país, por conta da baixa nas doações, ocasionadas na Pandemia de Covid-19. A doação de medula óssea é importante no tratamento curativo de alguns casos de leucemias, aumentando a esperança para muitos pacientes com a doença. A Hematologista aproveita o Fevereiro Laranja para incentivar a doação, que pode ser feita de uma única vez, ajudando a salvar vidas.“O cadastro como doador é feito com uma amostra simples de sangue, que pode ser colhida no Hemonúcleo, durante uma doação de sangue por exemplo. Em caso de compatibilidade, o doador será contactado  para dar seguimento na doação que, hoje em dia, tem se tornado cada vez mais simples e segura, sem necessidade de qualquer cirurgia”.

 

Os critérios para doação de medula óssea são basicamente os mesmos para a doação de sangue Para ser um doador, basta entrar em contato com o Hemocentro mais perto de você.

 

Hemonúcleo de Taubaté: (12) 3624-1273 / Av. Inglaterra, 190 – Jd. Das Nações, Taubaté/SP

(12) 3634-2000

Hospital Regional do Vale do Paraíba - ©2021 - Todos os Direitos Reservados